segunda-feira, 15 de outubro de 2012



Nestes dias, Deus quer nos levar a conhecer
o nosso real valor...
... Finas jóias
Rara flor.

Arnalda Rabelo

9 comentários:

  1. Os mistérios da vida surgem a cada passo da nossa caminhada.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  2. Sem dúvida... As lutas têm sido mais que muitas!!

    Arnalda, tem um selinho no meu blog para si!! "Prémio Dardo"
    Um beijinho

    ResponderExcluir
  3. Saudade de vir aqui Arnalda.
    Como sempre, uma lindeza seus poemas.
    Sim , é o que Deus espera de seus filhos
    meu abraço

    ResponderExcluir
  4. Arnalda passei para desejar um bom domingo e deixar um beijinho.
    Maria

    ResponderExcluir
  5. Oie..
    Bom dia!!!
    Quero lhe convidar para você participar do meu blog...
    http://pedacodeumalma.blogspot.com.br/

    Mudei de endereço, adoraria te encontrar por lá.
    Estarei sempre por aqui...
    Bjs e flores.
    Fica com Deus
    Cássia Sampaio

    ResponderExcluir
  6. Arnalda passei hoje especialmente para lhe desejar um Natal muito Feliz.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  7. Amiga, venho desejar um Feliz 2013.
    Tudo de bom para si.
    Um beijinho
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  8. QUE VENHA 2013!!!

    Para o Ano de 2013 Desejo: Amor,Paz, Alegria e união,para você e sua família.

    Feliz Vida! Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Amizade, bem precioso
    Que a vida pode nos dar
    Tesouro muito valioso
    Que ninguém consegue roubar.
    A amizade verdadeira,
    Não tem hora,não tem lugar.
    Também não é passageira
    Quando vem, é para ficar.
    È assim mesmo uma grande amizade,
    e eu tenho você como um tesouro na minha vida.
    Uma semana rica de saúde farta de amor iluminada pela esperança
    junte tudo isso e poderá sentir no seu coração .
    Quanto Deus te abençoa a cada amanhecer.
    Uma linda semana beijos no coração carinhosamente .
    Evanir..

    ResponderExcluir



Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184 do Código Penal Brasileiro.